top of page

Preocupação do brasileiro com saúde mental quase triplicou em 4 anos, mostra pesquisa


Porcentagem de brasileiros que se preocupam com saúde mental saltou de 18% para 49%


Os transtornos mentais viraram uma das principais preocupações de saúde para quase metade dos brasileiros. Essa taxa cresceu quase três vezes em apenas quatro anos.


Esses é um dos principais achados da mais recente pesquisa Global Health Service Monitor, feita pela empresas Ipsos em 34 países espalhados por todos os continentes.




No Brasil, o estudo contou com a participação de mil pessoas, que responderam a perguntas pela internet ou pelo telefone. Elas representam todas as classes sociais e regiões do país. A margem de erro é de 3,5 pontos percentuais.


No levantamento, é possível conferir que a covid-19 segue como a grande preocupação de saúde para 62% dos respondentes no país, embora essa taxa estivesse em 84% no ano passado.


Também chama a atenção o impacto de temas relacionados à saúde mental, como mencionado mais acima. Em 2018, apenas 18% dos brasileiros diziam que tópicos como depressão e ansiedade eram fontes de inquietude.


Esse número subiu para 27% em 2019, 40% em 2021 e 49% em 2022 — um salto de 2,7 vezes num período de quatro anos.



1 visualização0 comentário

Comentarios


bottom of page