top of page

Impacto das Mídias Sociais na Saúde Mental dos Jovens

Atualizado: 23 de jun.

As mídias sociais têm se tornado cada vez mais presentes na vida dos jovens, e estudos recentes apontam para uma crise de saúde mental relacionada ao uso dessas plataformas. Instagram, Facebook e TikTok, por exemplo, são canais de mídia social que têm uma grande influência na vida dos adolescentes.


A partir de 2010, coincidindo com o crescimento das mídias sociais, a saúde mental dos adolescentes ao redor do mundo teve uma piora considerável. Isso sugere uma correlação entre o uso de mídias sociais e a saúde mental dos jovens.

As mídias sociais podem afetar a saúde mental dos jovens de várias maneiras. A comparação social, os são apenas alguns dos fatores que podem contribuir para problemas de saúde mental.

Além disso, o tempo gasto nas redes sociais pode levar a hábitos de sono inadequados, que são um fator de risco conhecido para problemas de saúde mental. A exposição constante a imagens e mensagens idealizadas também pode levar a problemas de autoimagem e autoestima.

É importante que os jovens, pais e profissionais de saúde estejam cientes desses riscos. A educação sobre o uso saudável das mídias sociais, juntamente com o apoio à saúde mental, pode ajudar a mitigar esses impactos negativos.

No entanto, também é importante lembrar que as mídias sociais não são a única causa de problemas de saúde mental nos jovens. Fatores como genética, ambiente familiar e experiências de vida também desempenham um papel significativo. Portanto, é essencial abordar a saúde mental dos jovens de uma maneira holística e integrada.

13 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page